segunda-feira, 17 de julho de 2017

ASSEMBLEIA RECIFENSE TEVE MISSIONÁRIO FUTEBOLISTA EM PORTUGAL

Este testemunho é um dos mais intrigantes que eu li em nosso jornal Adnews, principalmente por causa da mudança de atitude que a Assembleia de Deus tem hoje em dia. Realmente, nossa igreja mudou mesmo.
O auxiliar da Assembleia de Deus de Recife, irmão Robson  Severino, foi um jogador do time de Itabaiana, da Bahia, e os clubes Gondomar e V. Setúbal, de Portugal,Marítimo e na Bélgica, no Oud-Heverlee, onde atuou,  e que também foi usado por Deus de uma forma linda, nesse continente, embora fosse  atleta. Segundo nosso irmão Robson, Deus fez com que ele fosse jogar nesse continente para ser usado por Ele, afim de que algumas almas fossem salvas para o reino de Deus, o que terminou acontecendo de uma forma linda.
No entanto, o irmãos Robson, antes de Deus lhe falar isso, passou por maus momentos no clube de futebol Itabaiana, na Bahia. Teve um dia que ele ficou só, alimentado-se mau, doente, e pediu socorro a Deus, mesmo não sendo evangélico. Deus o ouviu e ele entregou sua alma a Ele.
Deus disse ao irmão Robson teria uma obra para ele enquanto fosse atleta, o que acabou acontecendo, pois ele foi chamado para a Europa, Portugal, e jogou em dois times la, onde Deus o usou de forma maravilhosa, levando para a salvação africanos e portugueses, pois o irmão organizava encontros em sua casa, sob a supervisão do evangelista Jadilson Lins, missionário da igreja de Pernambuco naquele país, sob a anuência do pastor Aílton José. 
Nesses trabalhos na casa do irmão
Robson, havia sempre um preletor mandado pelo evangelista Jadilson, que foi usado por Deus para que esse trabalho fosse realizado ali, apesar de nossa igreja ter essa cultura de afirmar que crentes de verdade não jogarem futebol. Essa foi uma exceção, talvez por causa do lugar onde estava, e também pelo fato da lição que Deus queria dar para todos, de que ele age de formas que nós muitas vezes não imaginamos, pois ele usou um atleta para salvar outras pessoas. Podia ser algo até corriqueiro,esse testemunho, se esse atleta não fosse da Assembleia de Deus, que não tem esse costume de ter atletas evangélicos. Deus é tremendo!
Ele jogou futebol até ao dia que Deus disse que ele jogaria, o que acabou ocorrendo. O irmãos Robson também apoiou o trabalho do missionário da igreja recifense por um tempo, depois voltou para o Brasil, onde serve ao Senhor como Auxiliar de trabalho em Pernambuco. Deus age de muitas maneiras.
Este testemunho é uma prova de que Deus pode fazer o que nós não esperamos, e da forma que nós não achamos que Ele usa. Aprendamos que Cristo não está sujeito à cultura e normas humanas. Amém.


                                                                                                                    com informações Adnews