sábado, 29 de julho de 2017

ACHADAS PROVAS DA DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM PELOS BABILÔNIOS

Cada vez mais Israel tem provas de que a terra foi ocupada por eles, coisa que a ONU e os palestinos, e essa agora foi a prova da destruição de Juerusalém pelos babilônios, o que coloca em terra essas declarações deles.
Recentemente, geneticistas descobriram que os cananeus são descendentes do libaneses, e não dos árabes, como eles arrotam sempre. Essa é a verdade mais plausível, e não o que eles acham e divulgam sempre. Não há como negar a ligação de Isrel com isso, a arqueologia sempre confirma os relatos bíblicos,como os achados de um anel comprovando a existência dos rei Davi, de vasos de Salomão, de inscrições assíria fazndo referências à casa de Judá, entre outras coisas; e isso põe por terra, mais uma vez as declarações da ONU, que não sabe mais o que fazer com tantas provas contra ela.
Quem coordena as escavações sãos os doutores Ortal Klaf, e Joe Uziel, e estão dando continuidade cada vez mais a essas escavações.
Foram achados uma estampa de roseta, flor de seis pétalas, entre outras coisas importantes, além de restos e indícios de uvas e vinhos, usados nas cerimônias do templo. 
Ninguém pode negar isso, Jerusalem foi e sempre será a capital dos judeus. É indivisível, uma hora ela irá ficar toda do lado de Israel, pois os palestinos não têm direito algum sobre ela, desde o início é de Israel, eles que procurem outra para invadir e roubar.