sexta-feira, 2 de junho de 2017

AOS MEUS IRMÃOS FILIPINOS


Em Marawi há guerras
Sacudindo as Filipinas;
Mundanao clama na terra,
E como sofre essa ilha!

O ódio de Hapilon
E seus irmãos, pra ele é dom,
Que faz ponte com falso paraíso
Implantando um sistema sem juízo!

O povo das ilhas,
Ilhados por água de ódio
Não cede às falsas maravilhas,
Mas faz de Cristo seu empório!

O Al Qaeda é uma sombra
Uma funesta  penumbra,
Maomé bebe sangue qual vampiro
E a intercessão livra desse perigo!

Jamais nos pararás muçulmanos!
IAVÉ não se dobra aos teus ditames,
Jamais implantarás teus enganos,
Jamais doutrinas infames!

Ó cristãos! Ó cristãos!
Tens certa já a salvação,
Nenhum ódio, nenhum deus a pode tirar;
Guarde-a bem, o Rei te recompensará!


por Leo Mouras