quarta-feira, 21 de junho de 2017

A DIFERENÇA ENTRE CRÍTICA E DESRESPEITO

Muita gente, pelo que percebi, não consegue ver diferença nessas duas coisas. Mas é claro que tem diferença sim, e vamos procurar entender isso.
Por exemplo, em relação a um pastor, ou pregador, evangelista, etc. Posso criticar um pastor sem desrespeitar ele, posso discordar também de alguma coisa que ele disse, em relação a uma ação dele ou a alguma coisa que ele falou. Isso é normal. O que não se  deve fazer é desrespeitar, chamar ele de corrupto, de ladrão. Isso sim é desrespeitar, não é criticar. Duas coisas distintas.
Para diferenciar as duas coisas mais claramente,  a crítica se refere a algo dito ou feito por alguém, mas de forma moderada, explicando a razão de não estar de acordo com a posição da pessoa, e não atingir sua moral. Dessa forma é inadmissível que um membro desrespeite assim um pastor ou qualquer liderança, atingindo sua moral. Fiz críticas algumas vezes, mas não difamando ninguém, e, se comentei, foi com base no que a mídia já havia falado, enfocando que a maneira dessa pessoa agir não condiz com o evangelho, o que é uma obrigação nossa como cristão criticar. Mesmo sendo uma pessoa de alto calibre espiritual, uma grande liderança, não se deve deixar passar em branco, se passível de repreensão ou de não ser aceito essa conduta do tal líder ou pastor.
Homem de Deus é para ser respeitado, mas não idolatrado, e ele não está acima das críticas. Não concordo com desrespeitos aos pastores (não falo de nenhum específico) sou contra isso, devemos respeitar ele dentro dos limites estabelecidos. 
É assim que devemos agir, e, ao contrário do que muita gente acha, criticar não é desrespeitar.