domingo, 21 de maio de 2017

WILLIAN SEYMOUR, RUA AZUZA, E SUA INFLUÊNCIA SOBRE OS ASSEMBLEIANOS

Para falar no movimento pentecostal, é preciso se lembrar de Willian J. Seymour, um filho de ex-escravos americanos, a quem Deus usou para realizar um avivamento de proporções gigantesca, que influencia o mundo até hoje.
Sem esquecer, porém, que John Wesley também tem sido imprescindível para esse movimento, pois sua doutrina da perfeição cristã influenciou bastante o movimento pentecostal. foi praticamente a base dele. O seu livro "Curta Explicação da Perfeição Cristã", dava muita ênfase à doutrina da santidade, e isso foi a alavanca necessária para o movimento que se seguiu nos EUA. Muita gente não sabe, mas Moody e R.A. Torrey deram amplo apoio a esse movimento pentecostal, sem falar no quacker George Fox, que cria nisso. Foi também influenciado pelo movimento de santidade, o holiness, no século XIX.
Em 14 DE ABRIL, DE 1906, na rua Bonnie Brae,Seymour iniciou os cultos pentecostais, ensinando essa doutrina quando nem ele mesmo havia experimentado o batismo no Espírito Santo anda, mas já cria. Mas antes desse movimento na Rua Azuza, houve avivamentos em Minesota, Carolina do Norte, Texas, em 1905, com relatos de línguas estranhas e curas divinas, e isso foi se espahando pelos EUA, e os irmãos cada vez mais oravam e espahavam essa doutrina em todo EUA, com cura e restauração de vidas.
Quem influenciou Seymour foi Charles Parham, um metodista que começou a crer nos dons espirituais para os dias de hoje, depois de fazer um estudo no livro de Atos, e creu na doutrina pentecostal.
Depois de ter sido grandemente influenciado por essa doutrina, ele fez uma palestra doutrinária na igreja onde fazia parte, e uma irmã chamada Julia Hutchin,  o convidou para pregar em sua igreja, mas, no dia seguinte à pregação de Seymour, a igreja foi encontrada fechada com cadeado, pois a maioria não creu na doutrina explanada por Seymour, mesmo assim muitos creram, e o seguiram para formarem esse movimento na rua Bonnie Brae, Los Angeles.
O culto era bem concorrido, onde havia comunhão dos irmãos de todas as raças, etnias, e classes sociais, como brancos, negros, ricos, pobre, e quantas diferenças houvessem entre eles ,iam lá e se confraternizavam na paz, cheios de alegria.
Depois de cinco semanas orando intensamente, pregando nas reuniões de oração, Seymour, seu amigo Edward Lee  e Jenne,que seria,depois, sua esposa, foram batizados no Espírito Santo e se encheram do poder de Deus, foram mais avivados do que estavam, e começaram a orar e se encher ainda mais.
Disse, espantado, um morador, que presenciou tudo:

"Eles gritaram três dias e três noite. Era época da Páscoa. As pessoas vinham de todas partes. Na manhã seguinte não havia de chegar perto da casa. Assim que as pessoas entravam elas caíam sob o poder de Deus, e a cidade inteira se comoveu. Gritaram tanto que a base da casa cedeu, mas ninguém ficou ferido".

Depois de sair da casa na rua Bonnie Brae, foram para um lugar perto, na rua Azuza, 314, L.A. Era exatamente 14 de abril de 1906!
O culto era espontâneo, não havia liderança, nem ninguém pedia dinheiro, mas eram totalmente dominados pelo Espírito Santo de Deus, o orgulho não existia, pois eles eram tomados totalmente pelo poder de Deus. Havia quackers, batistas, menonistas, presbiterianos, e todos quantos queriam receber o batismo no Espírito Santo. Era tanto poder, que muita gente nem chegava a entrar, mas apenas chegava próximo, e já era batizado no Espírito Santo! Foi um avivamento maravilhoso, e o barulho ensurdecedor das línguas estranhas ia até bem longe, espantando os motradores, que não entendiam nada daquilo tudo.
Um jornal local escreveu o seguinte:

"As reuniões se realizam num barraco condenado na rua Azusa, e os partidários desta estranha doutrina praticam os mais fanáticos ritos, pregam as teorias mais loucas e eles mesmos funcionam num estado de louca excitação em seu zelo peculiar. Gente de color e uns quantos brancos compõem a congregação, e a noite se torna horrorosa no bairro por causa dos uivos dos fiéis, que passam horas se balançando para frente e para trás numa exasperante atitude de oração e súplica. Eles dizem ter o "dom de línguas" e ser capazes de entender este babel".

 Ficou marcado na história dos EUA  e da igreja, este grande movimento, para a glória de Deus!
Até quem vinha investigar esse movimento, cheio de orgulho, terminava se jogando no chão,embevecido, vendo o poder de Deus ali derramado, e sentindo a atmosfera cristã de uma forma linda.
Foi esse movimento que deu origem à Assembleia de Deus, pois foi ele que influenciou Daniel Berg e Gunnar Vingren, que vieram ao Pará pregar essa palavra, e espalharam o evangelho em todo o Brasil.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SANTOS, José Roberto dos; SILVA, Altair Germano da, et al. Síntese histórica: Assembleia de Deus em Abreu e Lima 80 anos. Abreu e Lima: Flamar, 2008, 152 p.

https://www. wikipedia.com.br/Reavivamento_da_Rua_Azusa