sábado, 13 de maio de 2017

ISLAMISMO ESTÁ TOMANDO CONTA DO BRASIL

É notório que os muçulmanos estão crescendo muito no Brasil, e isso não pode ficar fora do olhar de qualquer brasileiro preocupado com sua segurança, e que ame a liberdade de expressão, e paz, coisa que essa religião não tem.
Há, por aqui, cerca de 94 instituições islâmicas espalhadas nas principais cidades do país, bem articuladas, e organizadas de modo que o islamismo se espalhe feito o ar. Parece que a maioria dos brasileiros não estão dando conta do perigo que nossa nação está correndo, e as consequências dessa ocupação pelos muçulmanos de modo desenfreado, sem que ninguém faça nada para conter isso. Aqui eles encontraram a liberdade que tanto desejam, como na Europa, onde chegaram como pacíficos, coisas que eles não são, e agora estupram as mulheres e crianças, e ninguém pode dizer nada afim de não ser tachado como "racistas", e sem respeito a ninguém. Existe relatos de mulheres que foram estupradas toda a noite por mais que quinze muçulmanos, e vieram a morrer de hemorragia. Da mesma forma crianças, de pelo menos nove anos, que casam com homens adultos, tal como fez Maomé com Hadja, sua esposa da mesma idade, com quem ele casou, um caso típico de uma pessoa doente e desequilibrada.
No Brasil há mais de cinquenta mesquitas e locais de oração, e há mais de 1,5 milhão de brasileiros convertidos ao islamismo, e esse número está crescendo cada vez mais, pois acreditam que é uma religião de paz, embora as notícias mostrem que não é, e o próprio Alcorão mostra isso, mas para esses brasileiros é de paz, como se tudo que se anunciasse na mídia fosse uma distorção da verdade. Em 2002 havia cinquenta e oito instituições no país, em 1983, havia trinta e três. E os artigos escritos pelas revistas semanais, como Isto É e Veja, temem em dizer a verdade. Quando essas revistas falam dos evangélicos, falam sem respeito algum, blasfemando de Deus, da Bíblia, de Cristo, mas mostram a maior reverência quando se referem a Maomé e o Alcorão, pois temem serem explodidos por bombas, como o Charles Habdo, na França. Esse respeito deveria ser mostrado muito mais pelo evangelho, a verdade, e pela Palavra de Deus.
Além de São Bernardo do Campo, há um centro islâmico no Recife, mas mesmo muitos recifenses não sabem disso. O sheik Jirad Hassan, da Bahia, diz que os brasileiros têm oportunidade de exercer cargos de confiança nesses lugares, e que muitos sheiks chegavam aqui para sair logo, mas, agora, preferem aprender o Português e se aprimorar na língua e cultura brasileira, afim que o Islamismo se espalhe mais rápido. Em dez anos, o número de mesquita saltou de setenta paracento e quinze, e cada vez estão construindo mais, pois no Brasil é fácil isso. Algumas mulheres se casam com muçulmanos, e ficam achando que essa religião é injustiçada pela mídia, que os maridos não são como os que são mostrados na mídia, que espancam s mulheres, e como se o Corão não legitimasse esse tratamento. A revista Isto É, e outras, simplesmente não fazem a menor menção disso tudo, certamente por medo, escondem a cabeça dentro da terra.
Isto É
E não pensem que são pessoas ignorantes, sem cultura, que seguem essa religião no Brasil,mas muitas delas têm curso superior, e se mostram dispostas a usar o hijab, o véu muçulmano, com todo orgulho, se submetendo aos ditames do islã, ignorando o que o Corão manda os maridos fazerem com as mulheres. Além do mais, de cada dez convertidos, sete são mulheres, o que chama a atenção de quem estuda esse movimento religioso. há sete sheiks brasileiros, mas o número está crescendo. Em pouco tempo isso irá crescer vertiginosamente. Mutos desses convertidos fazem isso por meio de WhatsApp e outras redes sociais, é algo incrível.
Veja trechos do Corão que promovem a violência:


Malignidades do deus do Alcorão


2 (sura ou surata):191 (capítulo) - Matai-os onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. Não os combatais nas cercanias da Mesquita Sagrada, a menos que vos ataquem. Mas, se ali vos combaterem, matai-os. Tal será o castigo aos incrédulos.

3:32 - Obedeça a Deus e ao Mensageiro. Mas, se se recusarem - então, de fato, Deus não gosta dos descrentes.



3:151 - Infundiremos terror nos corações dos incrédulos, por terem atribuído a Deus, sem que Ele lhes tivesse conferido autoridade alguma para isso.

4:24 Também vos está vedado desposar as mulheres casadas, salvo as (prisioneiras e escravas) que tendes à mão. Tal é a lei que Deus vos impõe.



5:33 - O castigo, para aqueles que lutam contra Deus e contra o Seu Mensageiro e semeiam a corrupção na terra, é que sejam mortos, ou crucificados, ou lhes seja decepada a mão e o pé opostos, ou banidos. Tal será, para eles, um aviltamento nesse mundo e, no outro, sofrerão um severo castigo.



5:36 - inda que os incrédulos possuíssem tudo quanto existisse na terra e outro tanto de igual valor, e o oferecessem para redimir-se do suplício do Dia da Ressurreição, não lhos seria aceito; sofrerão, isso sim, um severo castigo.



5:37 - Quererão sair do fogo; porém, nunca dele sairão, pois sofrerão um suplício eterno.



5:38 - Quanto ao ladrão e à ladra, decepai-lhes a mão, como castigo de tudo quanto tenham cometido; é um exemplo, que emana de Deus, porque Deus é Poderoso, Prudentíssimo.