quarta-feira, 1 de março de 2017

O EVANGELHO E AS CASTAS INDUS

Resultado de imagem para EVANGELHO NA INDIAUm milagre está acontecendo na Índia, pois cerca de 70 milhões de indianos estão aceitando Jesus como seu Salvador. É uma revolução espiritual que a Ìndia está passando. Esses dados são da Missão Mundial, entidade que trabalha para a promoção do evangelho no mundo, e monitora onde há perseguição, como faz o Ministério Portas Abertas e outros.
A Índia possui mais de um bilhão de habitantes, que em sua maioria professam a fé indu, que é uma  religião esotérica parecidas com o sikhismo, jainismo e o budismo. Esse salto no crescimento de cristãos na Índia, é devido ao crescimento de igrejas nacionais evangélicas, que estão se adequando à cultura local, algo parecido com o que fez Hudson Taylor quando pregou na China, no século XIX, e se vestiu como um chinês, da mesma forma que Jesus ficou em semelhança da natureza humana, afim de ganhar os homens para Deus.
O maior número de evangélicos se dá na casta dalit, que são considerados inferiores aos outros indus, pois eles são tratados dessa forma, e por isso têm os piores empregos e os piores trabalhos, como o de recolher fezes humanas no meio da rua,pois nesse país não tem sistema de esgoto para todos, e também são proibidos de se aproximarem de um indiano de outras classe,já que os dalits são considerados inferiores. O Cristianismo aparece como uma ótima alternativa para essa casta indu, pois ele ensina que todos somos iguais diante de Deus, e não somos inferiores, pois Deus fez a todos. Há 150 mihões de dalits na Índia, quase a população do Brasi inteiro, então é um grande número de pessoas que podem aceitar a Cristo e mudarem de vida, vindo à pertencer à "casta" dos que creem no nome de Cristo e são transformados pela regeneração do evangelho. Há um missionário chamado Bangarraju, que faz parte dessa casta dalit, e faz um trabalho de evangeização entre eles. Um homem chamado Ram Raj tem pedido à comunidade internacional que interfira nessa cultura de castas em seu país, pois já cansaram de serem tratados como inferiores a uma vaca, ou qualquer outro animal, eles querem ser tratados como seres humanos normais. Crianças dalits são forçadas a sentarem de costas nas salas de aula, e eles não podem preparar a comida das pessoas das castas consideradas altas, para que elas não se tornem imundas. 66% dos dalits são analfabetas,  o que pode dificultar um pouco a pregação e a leitura bíblica, e o trabalho de tradução.
Se esse crescimento continuar, a Índia vai estar entre os maiores países de população cristã no mundo, atrás da Filipinas e da Nigéria. O desafio de pregar  o evangelho nesse lugar é que lá há 300 mihões de deuses, e geralmente eles não permitem que alguém venha interferir na adoraação deles, deuses para os quais eles fazem jejuns e orações pela manhã, e outros sacrifícios, incluido os de pessoas. Tavez por isso alguns apóstolos tenham morrido lá, por terem "interferido" na adoração indu.
Eis algumas coisas proibidas para os dalits e a situação deles:


• 66% são analfabetos;

• A taxa de mortalidade infantil é perto de 10%;

• A 70% são negado o direito de adorarem em templos locais;

• 57% das crianças dalits abaixo da idade de quarto anos estão muito abaixo do peso;

• 300 milhões de Dalits vivem na Índia;

• 60 milhões de Dalits são explorados através do trabalho forçado;

• A maioria dos Dalits são proibidos de beber da mesma água que os de castas mais altas.

Uttar Pradesh é uma região na ìndia formada de   98% de indus, e 2% são de muçumanos, mas vivem em outro bairro. Os indus são inimigos dos muçulmanos, que já dominaram o país por algum tempo. Os indus não fazem proseitismo, pois o induísmo ensina que as pessoas  já nascem dessa religião, e as pessoas do Ocidente que seguem essa religião não são considerados, por eles, como verdadeiros induístas, apenas seguem a religião. O único lugar na Índia onde se ensina religião é na Madrassa, escolas para crianças muçulmanas.
Em Mumbai as pessoas são mais civilizadas, mas no interior do país não é assim. O missionário pode morrer se fizer algo parecido como ocorre no Brasil, onde se pode pregar em todo lugar que se vê, e ninguém é espancado nem morre por isso.Nesse país isso não é permitido, pois cada um na sua, com sua religião, isso em Mumbai,Delhi,Chennai mas nos outros bairros e cidades, não.
Cabe a nós, como igreja, orar por eles, pelos missionários, por esse sistema de casta, pois só Deus pode fazer milagres , e mudar tudo isso.