terça-feira, 21 de março de 2017

À ADRIANO NOBRE

Adriano Nobre, nosso pregador
Aqui derramou-se;
Antes de Joel, ele trouxe
Pés formosos, o amor
Do evangelho.

Mais esqueceram seu trabalho
Como se não existisse;
Sopraram sua memória
Que deslize!

Tragam de volta o pioneiro,
Da terra esquecida;
Deem o conhecimento
De sua nobre vida.

O Nobre ainda é nobre
Sem ele a história é pobre;
Foi um ícone em Pernambuco,
Não o deixem obscuro.