quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

POR QUÊ O CRISTÃO NÃO DEVE USAR TATUAGEM?

O registro mais antigo de uma tatuagem foi descoberto em 1991 no cadáver congelado de um homem da Idade do Cobre, há 3.300 a.C., e as linhas encontradas em seu corpo foram feitas com carvão, no local onde era feito um corte.
tatuagem encontrada em um cadáver antigo
Segundo a National Geográfic, há 2.000 anos a.C., havia mulheres que já usavam isso quando iam adorar a deusa egípcia bes.
Já os romanos não faziam tatuagens, mas reservavam isso a criminosos e prisioneiros; depois, eles começaram a usar isso, influenciados pelos  bretões, que as usavam na pele como símbolo de honra. Depois disso, até as classes altas usavam elas, vindo influenciar todo o Império Romano.Durante as cruzadas, na Idade Média, os guerreiros cristãos usavam a tatuagem para identificar quem era soldado de Jerusalém.
O costume no Havaí era tatuar três pontos em sua língua, quando estavam de luto; em Borneo, a pessoa falecida tinha um olho desenhado na palma da mão afim de servir de guia para ele, do outro llado da vida, e beneficá-o de alguma maneira.
isso seria aconsehável para um cristão?

A origem dessa palavra veio do taitiano tatau, que deu origem à palavra tatoo, daí o nome tatuagem, coisa que os povos desse lugar já faziam muitos antes do sécuo XVIII, época em que o capitão Cook esteve lá e comprovou isso.
No oriente, os japoneses usavam elas para identificar os que pertenciam à organização criminosa Yakusa, mas já existia há centenas  de anos a.C. Mas foi o americano Samuel O’Reilly  quem patenteou a primeira máquina elétrica de tatuagem do mundo, deixando para trás as ferramentas tradicionalmente utilizadas no Ocidente.
Desde então ela se tornou símbolo de um contra-culltura usada por marinheiros e veteranos da Segunda Guerra Mundia, até chegar aos roqueiros e hippies, que a exaltaram ao ponto de se tornar algo obrigatório para os que apreciavam essa cultura.


Deus aprovaria isso em seus fihos?

 É verdade que não estamos debaixo do Antigo Testamento, mas no tempo da graça, e que muitas coisas referentes aos rituais da Lei, e suas proibições quanto ao ritualismo mosaico, já não devemos cumprir, a não ser os princípios bíbicos, que estão ligados, muitas vezes aos mandamentos, e nós devemos apicar eles e nossa vida prática, afim de ficarmos vaciandos contra as coisas contra as quais a Bíblia não tem um mandamento específico, mas o princípios bíblicos pode nos orientar nisso (Lucas 9.23; Romanos 12.1,2; 1 João 2.15-17; 1 Coríntios 6.12; 10.23,31; Filipenses 4.8; 1 Tessalonicenses 5.22; e Hebreus12.1).
Na antiguidade, ela era usada em rituais pagãos, mas no tempo pós moderno, houve uma mudança no uso dela, mas ligado com a rebeldia, como no uso feito pelas gangues de ruas, rapazes e moças começaram a utilisar, e alguns até exageravam e cobriam largos espaços da pele do corpo.Agora imaginem um cristão, depois de salvo, ir fazer uma tatuagem cobrindo boa parte do corpo, ou mesmo uma pequena parte, seja colocando o nome da filha, mãe, igreja, símbolos bíbicos?Estranho isso. Vejam o que diz certo autor sobre ela, J. D. Douglas:

"Outra palavra que é geralmente traduzida como “marca” ocorre apenas uma vez na Bíblia: qa´qa. Sua etimologia é obscura, mas em Lv 19:28 provavelmente se refere a tatuagem que, juntamente com os ferimentos propositais na carne (isto é, “incisões”ou “lacerações”), os israelitas foram proibidos de fazer. Tal proibição provavelmente salienta o fato que essas marcas tinham associações pagãs e mágicas".

Fonte: O Novo Dicionário da Bíblia - Edição em 1 Volume ed. Vida Nova; pg.997-998.

Além disso, se atentarmos para os princípios bíbicos, não usaremos tatuagens,nem piercings, pois é coisa que tem a ver com o prícipe desse mundo, o diabo, o qual domina ele, e essas coisas que alguns cristãos querem usar, não condiz com esse pricípio bíblico de boa fama, algo ligado à luz de Deus e sua palalvra.Os princípios bíbicos têm uso geral, e serve para todas as épocas e todas as pessoas, e ele deve ser a base para reger nossa vida.Por isso que  o cristão não deve colocar tatuagens, ou qualquer coisa que deixe marcas, e chame a atenção, causando escândalo para a igreja,mesmo que aja pastores que incentivem isso.Esses ditos pastores não andam conforme a verdade do evangelho, e nem atentam para os princípios bíblicos acima mencionados.
Portanto, evitemos, como cristãos, o uso desses símbolos, incluindo piercings também.