sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

YOUTUBER DO PEWDIEPIE PROMOVE ANTISSEMITISMO

O youtuber sueco Felix Kjellberg,mundialmente conhecido por postar filmes polêmicos no Youtube,e também como o maior Youtuber do mundo, com mais de 50 milhões de inscritos, e 15 bilhões de visualizações, o que é muita coisa, perdeu contratos com empresas que patrocinavam seu programa,entre elas, uma empresa que pertence  à Disney, a Maker Studios, por causa de um vídeo onde promove o antissemitismo, no qual dois indianos, pagos por ele, aparecem com um cartaz onde se diz que todos os judeus deveriam ser mortos.
Esse tipo de coisa é fruto de um movimento antissemita que está em voga no mundo atualmente, e até a ONU tem feito isso em suas resoluções, quando diz que os judeus não têm mais direito a Jerusalém.
Segundo uma análise feita no canal PewDiePie, há nove vídeos dele onde prega ódio aos judeus; então isso é algo que ele faz de modo sistemático, premeditado, e sua desculpa de que "foi uma simples brincadeira", não foi sincera como deveria ter sido.
O Youtuber está preocupado porque isso irá repercutir em sua vida financeira, pois o ano passado, segundo estimativas feitas, ele ganhou 47 milhões de reais, com propagandas, e eventos, aos quais era convidado.
O Youtuber também disse que está arrependido do que fez, pois pretendia somente mostrar com o mundo  está louco, e que as pessoas fazem tudo para ganhar dinheiro, se referindo aos cinco dálares que deu aos indianos para pousarem com o cartaz antissemita, através do serviço Fiverr. Os dois indianos foram excluídos da rede social.
Espera-se que essa experiência sirva de lição para ele.