sábado, 18 de fevereiro de 2017

IGREJA DE ABREU E LIMA COMPLETA 90 ANOS

O terceiro, em cima, da esquerda para a direita, foi presidente da igreja recifense, antes do pastor José Amaro
A Assembleia de Deus de Abreu e Lima começou com a pregação de um mascate, um humilde irmão, em 1927, seu nome era Carneiro de Amorim,que onde passava pregava o evangelho. A primeira pessoa a se converter foi a irmã Maria do Carmo,seu  esposo e seus filhos, que aceitaram a Cristo como Salvador. Depois, seu tio aceitou também, e a igreja começou a crescer.
As moradias todas, naquela época, eram de taipa, e a agricultura era o principal sustento daquele povo, e predominava a igreja Católica.
Sabendo que ali havia uma igreja se formando, o irmão Joel Carlson, que já havia começado a igreja em Recife, chegou nesse lugar, que na época era chamado de Maricota, e designou um irmão chamado Israel Carneiro do Amorim, para que os ajudasse na fé.
O primeiro culto pentecostal aconteceu na casa do irmão Xavier, com dez pessoas, entre adultos e crianças. A casa era no meio do mato,e, o culto, à luz do candeeiro, com pessoas simples, os irmãos alegres, reunidos ali, louvando a Deus, sentindo sua presença.
O ano de 1928 ficou marcado por três acontecimentos: o missionário Joel Carlson realizou o primeiro batismo de 25 novos crentes, no Rio Timbó. O segundo fato se deu com o batismo da irmã Maria do Carmo, a primeira pessoa a ser batizada com o Espírito Santo. Terceiro, a dita irmã cedeu sua casa para abrigar a Arca do Senhor, um termo, na época, usado para designar o lugar que não era um templo, mas era usado para cultos.
Nesse local, o trabalho durou um ano e seis meses, quando foi transferido para outro lugar, depois de um incêndio ter destruído o lugar chamado Canoas (vila de Fábrica de Tecidos). Depois disso, começou a perseguição pelos Lungrend e a Igreja Católica.
Esse foi o início da igreja Assembleia de Deus em Abreu e Lima.