quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

STF APOIA O ABORTO E REJEITA A VIDA


O STF fez algo que vai custar milhares de vida, e vai pagar caro por tudo isso. Agora se pode abortar até aos três meses de vida do bebê. Agora a matança vai ser generalizada e legalizada. Ofereceram as crianças a Moloque, o deus da antiguidade, a quem ofereciam as crianças, afim de obter vitórias em diversas situações.Não só a ele, mas a outros deuses, como Baal, Ísis, Osíris, Vênus, entre outros.
E  ainda essas assassinas se defendem dizendo que tem direito sobre seu corpo. Seu corpo não, o de outra pessoa, como o bebê. Mesmo se ela for estuprada, o filho não tem culpa disso.Se não quiser criar, tudo bem, mas não matem. É crime, MESMO QUE A LEI NÃO DIGA MAIS ISSO. É crime perante a consciência, um vil pecado. Há quem queira criar crianças assim.
Nesse período de gestação a criança já é um ser humano completo, vivo, só que não nasceu. Davi, no salmo 139, explica que "ainda informe, Deus já perscrutava tudo". Ele acompanha desde o momento da fecundação.
O interessante é que essas pessoas que são a favor do aborto já nasceram todas. Muito fácil falar assim. Duvido que iam querer que as mães deles abortassem. Iam querer nascer! Pediriam a ela para deixá-las viver, se pudessem. Como um médico abortista disse certa vez. Ele filmou o aborto, e viu a criança com medo, fugindo da lâmina, desesperado. Depois disso ele se converteu em um lutador contra o aborto.
Eu, como cristão, sou contra; a vida é importante demais para ser descartada assim. Fazem isso, é verdade, mas é errado, são punidos por Deus. É um crime, um pecado, assassinato frio e calculista, digno de Hitler.No que é melhor do esses crápulas, que mataram milhões? Pouca coisa. Sou a favor da vida, não da morte. Não ser contra isso é coisa de quem não teme a Deus, nem respeita o ser humano.
Então, fiquemos contra essa decisão do STF, que é contra a vida. Fiquemos a favor do que é justo, e rejeitemos o império da morte.Fiquemos a favor de Deus.