quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O REI ASA E OS RAPAZES ESCANDALOSOS



 "Porque tirou da terra os sodomitas, e removeu todos os ídolos que seus pais fizeram" (1 Reis 15.12)

Esse versículo se refere aos prostitutos cultuais, ou seja, homossexuais, servindo de adoradores a esse ídolo Asera, para a adoração dele. Quem quisesse cultuar a esse deus, que se aproveitasse desses sacerdotes. Era um culto imoral, como os cultos a Vênus, Cupido, Baco, Júpiter, o chefe dos deuses de Roma.
O rei Asa saiu reformando tudo, tirando esses "rapazes escandalosos", na versão Corrigida de Almeida. Era uma depravação, e a mesma que os cananeus faziam, antes que Israel fosse o instrumento de Deus para expulsá-los dessa terra. Esses sete povos que habitavam Canaã, eram por demais depravados, e isso foi comprovado pelas pesquisas arqueológicas, além do testemunho bíblico. As orgias eram frequentes, e os sacrifícios humanos. Asa foi o instrumento de Deus para erradicar isso de Jerusalém, que desceu espiritualmente muito baixo, a ponto de ter sacerdotes homossexuais para se entregarem ao prazer do sexo depravado.
Ainda hoje há esses rapazes na igreja, querendo ter uma vida imoral dentro da igreja, tanto homem quanto mulher, se inflamando um com o outro, desafiando a Deus, não fazendo diferença entre o profano e o sagrado. Deus é santo muito diferente desses falsos deuses, cuja depravação era adorada pelos homens.
portanto, respeitemos a casa de Deus, ela não é um antro de depravação.
É isso que IAVÉ quer de nós, compromisso.