domingo, 25 de setembro de 2016

PROFETA ELIAS, O MATUTO DE DEUS



Ele apareceu em uma circunstância bem difícil em Israel, o reino do Norte, depois da divisão feita pelo próprio Deus. Seu nome significa “Jeová é meu Deus”, para contrastar com o nome de Baal, adorado por toda a nação. Era preciso alguém da estirpe de Elias para que isso ganhasse a repercussão que ganhou.
Seu nome é a junção de “El”, nome de Deus usado pelos hebreus, com “Jah”, abreviatura de Jeová, significando que Jeová, e não Baal, era o Deus dele. O lugar natural de Elias era Tisbé, que ficava na região de Gileade, onde hoje é a Transjordânia. Esse lugar era conhecido por ser um lugar de gente rude, de personalidade forte, musculosos, acostumados com a aridez da terra. Elias era assim ,como um sertanejo de Pernambuco, região árida do Nordeste do Brasil. Ele iria travar uma grande batalha, mas ele estava pronto para enfrentar Acabe e sua mulher Jezabel,cheia de demônios, que o dominava, e implantou a adoração a Baal de forma sistematizada, em todo o país. Ela era de Sidon, cidade da Fenícia; seu pai era Etbaal, rei dessa cidade-estado. O casamento com essa mulher era fruto dessa aliança de Acabe com esse povo. As trevas eram medonhas, e o povo já não queria saber de Deus. Era como se Deus não fosse mais o Deus deles, e nem os tivesse tirado do Egito e feito uma aliança com eles. Deus tinha o homem certo para resolver.
Elias aparece de repente, sem apresentação. Disse que “nao choveria durante tres anos, segundo minha palavra”.Isso era um desafio e uma sentença contra Baal e Asera, que era mãe desse último; também era considerada esposa dele.
Era esse o clima que Elias encontrou, um reinado de pessoas comprometidas com o mal, um governante do povo de Deus, levando ele para a idolatria e o mal desenfreado, do mesmo modo que fizeram Jeroboão, Baasa, Nadabe, entre outros. Sua esposa o instingava a fazer o mal, e ele não lhe resistia, porque havia se vendido para fazer isso e desagradar a Deus. Foi preciso usar um servo seu corajoso e que não pensasse duas vezes antes de fazer o que fosse preciso, de dizer o que fosse preciso. Elias era o homem.
Assim, vemos que Deus tem um homem certo para a circunstância certa. O momento exigia um golpe forte de Deus. Não era para dar palavras doces, nem mais exortações sutis. Era para sacudir o povo de verdade, para levar eles de novo para Jeová.
Quando é preciso sacudir o povo, Deus tem a pessao certa; elias era um “matuto” ousado, que não tinha palavreado bonito como o de Salomão, mas tinha a ousadia de Deus nele, e sabia para que foi chamado. Precisamos de mais pessaos como Elias para sacudir essa cidade, esse estado, essa nação. Deus levantará.



A TV GLOBO ZOMBANDO DA IGREJA

Quem vê as chamadas da TV Lixo, a Globo, percebe que eles agora estão desrespeitando a igreja sistematicamente, e ridicularizando o evangelho durante o lixo do programa de humor dela, no horário de sábado a noite.
É um pastor agindo de forma ridícula, sem nenhum escrúpulo, para apenas ganhar dinheiro dos fiéis da igreja, dando a entender que as igrejas evangélicas são mentirosas, uma ilusão, e que só servem para dar dinheiro ao pastor.
No entanto, esses ímpios não querem ver que a igreja faz um papel social tremendo, quando muitos são resgatados das drogas, de todo tipo de erro, e são transformados pela glŕia de Deus, e por causa disso milhares de pessaos são impedidas pela graça de Deus de praticar os mais diversos crimes contra a sociedade. A igreja é uma luz nessas densas trevas.
É claro que essa não é a primeira vez que a TV Lixo, a Globo, faz isso. Para ser democrática, ela também deveria ridicularizar os muçulmanos, já que fazem isso tao bem com a palavra de Deus. Por que não fazer? Não têm coragem, pois as bombas deles acabariam com a TV Globo. Eles não tem essa coragem, pois morreriam fácil. Eles sabem o vento. Ela faz careta quando descobriu a verdade. A mentira também é abolida, cabendo aos órgãos competentes fazer que isso não aconteça. Veja se ele fazem isso com os muçulmanos! Jamais fariam. ! Essa religião é intolerante. Quero ver se tem coragem de fazer isso com esses árabes, pois sabem que são perigosos e lutam pela divulgação do islamismo. É assim que agem. Se a Globo fizerem com Maomé o que fazem com as igrejas evangélicas, ele só viveriam explodindo.
Quero que esses satanistas globais respeitem a Palavra de Deus, a igreja, pois ela é o baluarte da verdade, se também querem ser resepeitados. Claro que eles não gostariam de que nós, o evangélicos, desrespeitássemos sua religião o espiritismo; processaria logo a igreja, e diria que nós somos intolerantes, não vemos e nem sabemos aceitar aquilo que é diferente.

Zombem de Maomé, Rede Lixo, e explodam pelos ares. Zombar dos pacíficos cristãos é fácil… Mas deus é mais forte e poderoso que eles, então, se preparem...

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

A CONVERSÃO DO IRMÃO LEONOR


Esse foi um dos melhores e mais marcante dos testemunhos que já li ou ouvi. É sobre o irmão Leonor, que já dormiu em Cristo, da Assembleia de Deus em Recife,Pe, que contou à igreja em um culto de Campanha evangelizadora, na Assembleia de Deus. Achei tremendo.
Ele era praticante de Candomblé, e era bem devotado, digamos, e a entidade ordenou que lhe oferecesse uma oferenda em um rio, aqui em Recife. Foi terrível. Ele foi. Chegando lá no rio, ele precisou nadar até certa altura do rio para que a oferenda fosse para bem dentro dágua. Foi aí que aconteceu algo bem inusitado.
Ao chegar a uma boa distância, ele foi agarrado por varias mãos, que o seguraram e não deixavam ele sair, embora se debatesse tanto para se soltar. Contou o irmao Leonor que ele então orou a Deus,ppois ouvira, certa vez, falar do evangelho por uma irmã, uma jovem cheia de Deus, que pregou para ele. Na oração ele disse a Deus, que, se o libertasse, iria entregar sua vida a ele. E Deus o ouviu, pela sua grande misericórdia, livrando-o das mãos dos demônios que o queriam arrastar para dentro do rio até matá-lo. Milagrosamente ele foi preservado da morte, e foi arrastado por baixo dágua por uma corrente até o Pina, cerca de uns dez quilometros ou mais, foi um milagre. Saindo dali, depois, ele aceitou a Jesus como Salvador de sua alma, e trabalhou na obra, sendo usado por Deus por muitos anos, cheio do Espírito Santo. Por muitos anos ele foi presbítero da igreja na área do Ibura, em Recife, Pe.

Então do peji de Satanás, o irmão Leonor foi em direção à cruz de Cristo, e foi salvo pela graça, transformado e vivendo na luz, depois de servir às trevas do inimigo. Amém.

O DIA EM QUE MOISÉS VIU A DEUS


Uma das coisas mais lindas e profunda da Bíblia, foi a aparição de Deus a Moises (Êxodo 33.18-22), depois do incidente da adoração do Bezerro de Ouro, feito por Aarão para substituir a liderança de Moises que passou quarenta dias no monte, recebendo de Deus as instruções de como conduzir o povo e o pacto feito com ele.
Depois de ter quebrado a aliança com as prostituições do culto idólatra, onde havia muito bacanal, Deus resolve destruir a nação e fazer de Moises um novo patriarca. Mas ele intercede e Deus volta atrás em sua resolução de destruir o povo por causa de Moises, o amigo de Deus. Moises não queria um anjo, queria o próprio Deus com eles, por isso intercedeu para que Deus continuasse indo com eles para Canaaã.
Moises pede que Deus mostre sua glória, queria ver ele em sua essência, coisa que nenhum ser humano consegue sem que seja destruído. Ninguém pode ver Deus e ficar vivo, pois sua glória é muito terrível, e sua santidade também, de modo que o homem em pecado não poderia ver ele de perto. João disse que ninguém viu a Deus, o que é verdade. O que Moises e outros profetas viram de Deus, foi uma manifestação antropomórfica de sua divindade. Deus é invisível, não pode ser visto pelo olho humano. Isso é tão serio, que nós, quando vermos Ele, será em um corpo transformado, glorioso, para aguentarmos o ambiente celeste. É assim que é.
O profeta ficou em uma fenda na rocha, e então viu Deus passar, e o viu pelas costas, sendo isso uma linguagem antropomórfica, Deus não é como nós, mas Espírito, não pode ser visto como ele é realmente. Moises viu essa manifestação de Deus em um grau que ele poderia aguentar, na rocha, símbolo de Cristo, que atrás dele, vai a Deus. FOI TREMENDO ISSO.
Se Deus deixasse ser visto como ele é, seria a última coisa que Moises veria, pois morreria logo. Que coisa tremenda! Que fosse uma manifestação de Deus assim um tanto oculta, mas quem não ia querer ver o TODO-PODEROSO?


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

PASTOR AÍLTON PODERÁ SER PRESIDENTE DA CGADB?


É o que PODE   acontecer brevemente, devido a influencia do pastor de Pernambuco, Ailton Jose Alves, pela grande liderança demonstrada nesses anos de administração da AD de Recife.
Cada vez mais ele está surpreendendo e atraindo a atenção de pastores do Brasil inteiro, mesmo de outras denominações. O crescimento de Pernambuco é bem visível. Deus está fazendo uma grande obra nesse estado.
Todo mundo sabe do crescimento vertiginoso da igreja local, e como ela tem adquirido rádios e uma programação extensa de TV, da qual a igreja é dona. A audiência tem alcançado índices poderosos para uma programação nova. Causa espanto até nas emissoras mais antigas. A igreja tem mostrado que sua foça, que vem de Deus, não é pequena. Graças a Deus. O preconceito que havia antigamente sobre essa mídia tem sido jogado no lixo. A TV não é mais instrumento do diabo nem leva mais ninguém para o inferno. Ainda bem que mudaram essa visão, graças a IAVÉ e ao pastor Aílton, que tem mostrado que isso pode ser mudado para a glória de Deus.
As programações da rádio são ótimas, divertidas e ao mesmo tempo espirituais, fazendo com que o povo de Deus fique bem informado, escute boas músicas e seja bem representado.
Claro que isso não quer dizer que a doutrina tem afrouxado, apenas ha mais compreensão sobre a Palavra. A doutrina é a mesma, os bons costumes não têm mudado.Permanecemos dizendo que pecado é pecado, que Deus não se agrada de prostituição, que é preciso nao servir ao mundo... Ainda bem. Existem pastores comprometidos com a mensagem bíblica, que não distorcem a Palavra, ao contrário de muitos, que se vendem às empresas e a donos de emissoras para ganhar mais dinheiro. A avareza é idolatria e leva para o inferno. A igreja de Pernambuco é vitoriosa.
Lembro que quando ele foi assumir nossa igreja, pastor Ailton, havia muito medo disso. "Ele vai acabar com a igreja", era o que diziam. "É muito rígido, proíbe tudo", diziam também. Do jeito que estava não podia ficar.Melhorou muito. E foi promessa de Deus. Se há algum erro, algum exagero, ninguém pode negar, e há até quem não goste dos pastores presidentes, pai e seu filho, mas estamos caminhando para melhorar isso, para um dia chegarmos bem próximos do que Cristo quer, pelo menos.
Imaginem as reformas que promoverá se chegar à  presidência da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil)? Talvez faça um bom trabalho para a glória de Deus. Espero.
Que a igreja de Pernambuco permaneça assim, crescendo. A igreja Assembléia de Deus de Pernambuco, IEADPE, que recentemente lançou um jornal, que é mais um veículo para divulgação da Palavra de Deus.
Outra coisa é o fortalecimento político, tendo deputados e vereadores, coisa que alguns discordam, outros gostam. Há quem diga que é exagero, que não precisamos disso. As opiniões divergem.
Que esse crescimento seja mais e mais denso e proveitoso, que o amor progrida sempre, sem discriminiação, sem contendas e remorsos, sem soberba, para que Deus seja glorificado mais e mais e a IEADPE seja sempre um oásis.

ASSIM COMO DAVI



DE QUE PREFEITO, VEREADOR
OU PARTIDO VEM MINHA SALVAÇÃO?
MINHA SALVAÇÃO VEM DO SENHOR,
MAIOR DO QUE TODO
E QUALQUER PROJETO HUMANO!

LEVANTO MEUS OLHOS PARA A POLÍTICA:

A ESTOLA DE GIDEÃO E A POLÍTICA NA IGREJA


Depois da grande vitoria sobre os midianitas, o povo que fazer de Gideão seu rei, o que foi rejeitado por ele. Ele disse que Deus era o Rei deles, e não seria ele, Gideão, seu rei. Pediu para que todos eles dessem um brinco para ele. Todos de bom grado fizeram isso. Ele fez uma estola, parte da roupa de um sacerdote e fez essa parte da roupa de ouro. Isso foi uma pedra de tropeço para os hebreus, pois eles adoraram aquela estola e isso fizeram eles fracassaram na fé, e se afastarem de Deus.
Gideão fez isso para comemorar uma vitória, era algo bom, mas que não fez bem à casa dele, levou o povo a idolatria, e sofreram muito com isso. É como a política que está entrando na igreja, a ideologia política, a politicagem, candidatos da igreja, etc. A intenção é boa, mas vejo que a igreja está se secularizando. Estamos buscando poder, e lutando com as armas carnais, combatendo um inimigo espiritual de modo errado. Eu sou de um tempo em que as coisas eram resolvidas com a oração, a guerra era com as armas espirituais, como diz Efesios 6 e 2 Corintios 10. São essas armas que estamos deixando de usar, e nos orgulhamos de ter políticos resolvendo as coisas para nós, ao inves de fazer com a oração, jejum, hinos, e ações de graças. Onde iremos parar com isso? É estranho que isso esteja acontecendo. Eu temo que, com o tempo, a igreja fique tão secularizada quanto qualquer associação ou entidade que conhecemos hoje. A igreja está perdendo a razão de ser. Ela foi instituída para a glória de Deus, difundir o evangelho pelo mundo, e não ter poder secular. Acho que estamos errando feio nisso. Não se combate o diabo usando as armas de Saul, mas as de Davi.
A igreja, então, está ficando secularizada. Tudo agora é resolvido na política, com siclano e Beltrano que conhece tal e tal prefeito, vereador, etc. Isso é estranho mesmo. A onde a igreja vai parar? E a oração e jejum não resolvem mais nada? Estamos aqui para sermos cheios do Espírito Santo, lutar essa batalha com o poder de Deus. Esse foi o erro de Acaz, que confiou na sua própria força, e não em Deus. Preferiu confiar na força do Egito. Esse está sendo nosso erro também. A política pode se tornar uma pedra de tropeço para a igreja, e fazer que ela deixe de buscar a glória de Deus e ir atrás da gloria dos homens. A igreja deve se preocupar com isso.
Espero que estejamoas atentos, e não fazermos como Demas, que preferiu o presente século ao porvir, só quis o aqui e agora. Deus nos guarde.

O EVANGELHO DA CARTEIRADA


A igreja parece que está sendo movida pelo poder humano. Quando se fala em vencer algo, é com a "carteirada" de Fulano e Beltrano, e não pelo poder de Deus. Pedro saiu da prisão por causa da oração, e não da "carteirada" de alguém, como um centurião, de governador, ou de senador. A igreja orava por ele todo o tempo, por isso ele foi liberto, e não porque alguem que era político poderoso, fez algo por ele.
Jesus disse que receberíamos poder, e não cargos ou força política. Foi e é assim que a igreja anda. E é assim que vai morar no Céu. Pelo amor de Deus, parem com isso!
Precisamos voltar ao altar, a buscar o poder do Espírito Santo. Igreja que vence apenas pela força humana, não é igreja, é uma organização qualquer, confiando na força humana. Ela deve confiar em Deus.
A nova moda é eleger políticos para que as obras dos templos nao sejam embargadas. E onde está escrito que é a foerça humana que faz a igreja vencer? Desde quando a igreja precisou disso?Mostrem!
Se vê nos templos os crentes chegando e sentando, como se estivessem em um cinema ou teatro, esperando o show começar. Não querem mais orar. No Sul, uma igreja foi denunciada pelo MP por que o pastor fez propaganda para um candidato. O número dele é 15 544, e o pastor disse que a igreja deveria fazer 15.544 orações, fazendo alusão ao candidato. Alguém gravou e mostrou à justiça. Que vergonha, deseobedecendo a lei. Se desobedece ela, é pecado, pois a Bíblia ensina a obedecer à lei.
Vamos voltar ao altar, à oração, pois o evangelho é o poder de Deus, e não poder dos homens.

A NOIVA DE CRISTO


Que houve com a Noiva?
Que maquiagens são essas nela?
Ela é linda em sua pura imagem,
Mas querem mancha-la com outras maquiagens
e enfeites ruins.

A Noiva não precisa disso
sua beleza vai alem disso,
Porque querem suja-la?
Estao querendo arruina-la!

A Noiva de Cristo é linda!
Que enfeites feios deram a ela!
Ela é pura, imaculada
Deve ficar singela!

Deixem que o Espírito a enfeite
Ela não é de vocês deleite,
Mas pertence a Cristo só.
De Cristo dela é o sol!

A HIPÉRBOLE DE DAVI NO SALMO 6


Hipérbole:
substantivo feminino
1. estl ret ênfase expressiva resultante do exagero da significação linguística; auxese, exageração (p.ex.: morrer de medo, estourar de rir ).
Já estou cansado do meu gemido, toda a noite faço nadar a minha cama; molho o meu leito com as minhas lágrimas.. (Salmo 6.6)
Esse versículo acima é de um salmo de Davi, onde ele expressa grande pesar por uma tristeza que teve na vida que o fez sofrer bastante. Ele chorou tanto, e ficou tão triste, que fez nadar sua cama; claro que isso não foi literalmente, mas apenas ele usou uma figura chamada de hipérbole, que é o exagero da linguagem para enfatizar uma mensagem.
É isso que muita gente não sabe. Por isso distorce a Bíblia, e nao entendem sua mensagem. Para que ela fique clara, entendam ela como uma hipérbole, muito comum na Bíblia, para enfatizar sua mensagem. Antes de ler a Bíblia, tenha isso em mente, que os livros poéticos são assim, e até os que são prosa, como Isaias e Jeremias, que usam riquíssimas linguagens poéticas neles.
É um perigo pensar que tudo na Bíblia é literal, pois ela usa muitas figuras de linguagens como essa acima.É linda a Bíblia, até como riquesa literária. Leiamos sempre ela.
A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

A DIFERENÇA ENTRE COSTUMES E DOUTRINAS


Algumas pessoas não conseguem ver a diferença entre ambas. Mas há, sim, diferença, e muita! Se souber a diferença, vai entender muita coisa.
Para começar, é preciso saber que costumes são passageiros, doutrinas são eternas; costumes são locais, doutrinas são universais; costumes mudam, doutrinas são imutáveis. Saber isso é essencial.
Algumas pessoas confundem as coisas, e acabam misturando uma coisa com a outra. Não pode ser assim.
É bom ter bons costumes, mas só se eles forem compatíveis com as doutrinas bíblicas. Doutrina gera um bom costume, mas bom costume não gera doutrina. Jamais costume pode ter a mesma força que uma doutrina. Por exemplo, a Doutrina da Salvação,a Soteriologia, do Espírito Santo, a Pneumatologia,a Doutrina de Deus, a Teologia, Doutrina da Igreja,a Eclesiologia, etc.Essas são imutáveis. Costumes são hoje e não são amanhã, por que eles não salvam ninguém, só fazem escravizar, tiram a liberdade do crente, e não aceitam que a liberdade que Cristo deu já é suficiente.Algumas pessoas dão tanto valor aos costumes, que fazem com que eles tenham a mesma autoridade da doutrina. Deviam aprender que isso é errado. Evitariam bastante constrangimentos e heresias.
A igreja já sofreu bastante por causa disso. Ainda bem que essa era já passou. Era tão serio o negócio, que as coisas mais simples, como assistir televisão, era passível de disciplina. Principalmente quem fosse do ministério. Mas esse tempo já passou. Estamos livres!
Quando uma igreja ensina mais costumes que doutrina, ela fica enfraquecida na fé, e na luta contra a carne. Somente as doutrinas que são baseadas na Palavra de Deus, e que podem nos fazer vencer isso. Quer ser uma igreja, um crente forte, estude a Bíblia, leia, pesquise, examine, como Jesus disse, fazer um estudo minucioso, com todo o cuidado. Lá em Atos 2 e 3, está escrito que a igreja se fortalecia na doutrina dos apóstolos, que era a mesma de Cristo, e dos profetas, mas nunca nos costumes. Se havia algum, não tinha a mesma autoridade da Palavra. É aí que está o erro de muita gente, achar que pode equiparar doutrinas e costumes. Paulo aconselhou o jovem Timóteo a ser firme na doutrina, com todo o cuidado, mas nunca nos costumes. Graças a Deus por isso, pois do contrário, a igreja não teria firmeza. No capítulo 6 de Efésios, Paulo elenca a principal arma contra o diabo, e nunca mencionou os costumes como arma para vencer o inimigo, mas sim a palavra de Deus, a oração, a fé, entre outras. Sigamos a doutrina, e deixemos de idolatrar os costumes. Paremos de equiparar eles com a Bíblia. Os costumes passam, as doutrinas não.
Que Deus nos faça saber a diferença entre essas duas coisas, para que a igreja seja sábia e cresça na fé, se fortalecendo contra o diabo.

O SUÍCIDIO DO REI DE ISRAEL


Isso aconteceu em Israel, no tempo antigo; era um momento muito dificil na história desse povo. Era um tempo bastante violento, e cheio de instabilidade. O povo, longe de Deus, vivia em pecados e Deus tirou as misericordias dele. Depois da divisão, Israel vivia mais em guerra que em paz, algumas vezes Judá também ficou assim, mas foi menos que ele, embora tenha pecado mais que Samaria. Está escrito no segundo livro dos Reis de Israel, capítulo 16.15-20.
Depois de matar seu senhor, o rei Zinri reinou por uma semana só, tendo esse sido o reinado mais curto da história de Israel e Judá!
Onri ficou sabendo da conspiração de Zinri e lutou contra ele, cercando o palácio do rei. Desesperado, o rei Zinri cometeu suicídio, queimando o palácio e se deixando queimar. Foi uma morte trágica a dele. Se rebelou contra Deus, sendo conivente com os pecados do rei anterior, não conseguiu estabelecer sua dianastia. Deus cobra a conta, embora pareça demorar.
A idolatria em Israel era terrível, quando o povo vivia afastado de Deus. Esse foi o segudo rei que se matou, o outro foi Saul, o primeiro rei de Israel unificado.

METÁFORAS DE DAVI NO SALMO 22



O salmo 22 é um dos mais lindos da Bíblia. Há profecias nele sobre Jesus que se cumpriram terrivelmente, como o clamor de Jesus ao seu pai, dizendo: “Deus meu, Deus meu, porque me desamapraste?”, que é a mais famosa frase de Jesus na cruz, repetida todas as vezes que se fala dele, praticamente.
Para entender essa linguagem, você precisa saber que os salmos usa a forma da poesia hebraica, que não tem rima como as do ocidente, mas diferente, chamadas de rimas de ideias paralelas em seus tres tipos, sintéticos, antitético e sinonímico.
Sendo um poema de base semítica, ele usa muitas figuras de linguagens, e, a mais comum é a metáfora, usada aqui de modo um tanto sucinto, mas de grandes signifcado.
No versículo 6, ele se denomina um verme, algúem totalmente desprovido de valor, sem perspectivas de nada, e sem objetivos na vida. Aqui ele usa essa metáfora em relação a Deus.depois ele se refere a homens poderosos de Moabe, os touros de Basã, que eram inimigos de Israel. Ele estava enfrentando forte oposição deles, e não sabia como agir, como um dos valentes de Davi, um dos 37, que enfrentou um leão de Moabe, um guerreiro poderoso. Aóps isso, ele faz alusão ao tipo de pessoas que o afrontariam, o carater deles era tão terrível, que ele os chamou de cães. Esses mesmo que dividiram as vestes de Jesus entre si. Depois pediu para livrar eles dos leões, homens fortes e ferozes, grandemente violentos. Que Deus os salvasses desses também, pois como bois selvagens, perseguia e feria o salmista,procurando destruir ele. Era uma forte oposição enfrentada pelo salmista. O salmista não poderia mais suportar isso, e pediu a Deus um socorro, tal como Jesus faria na cruz, séculos depois.
O salmo 22 é para ser lido e entendido, para ser lido e relido, por causa de sua unção e beleza.

OS BEIJADORES DE BAAL

Foi no tempo de Elias, quando Israel se prostituiu após Baal, na idolatria e todo tipo de perversão espiritual. Baal quer dizer senhor, e era um deus cananita, marido da deusa Ishitar, cujo culto era feito de forma devassa, em prostituição das mais diversas formas, envolvendo até prostituição DE MULHERES CASADAS. Existia prostitutos tanto homem quanto mulher, e essa forma de adoração era comum no depravado culto cananita.
Depois de ser ameçado por Jezabel, Elias fugiu de Israel para o sul da Canaã,em 1 Reis 19, para bem distante, pensando ser ele o único que tinha sido fiel a Deus na luta contra a religião do Estado, oficial, o culto ao deus de Canaã. Mas Deus afirma que "existia sete mil que não se dobraram diante dele, e não o beijaram". Um número bom, que não se envolveu com o culto, mas ficaram fiel a Deus.
Infelizmente, muitos hoje em dia ainda beijam Baal, quando se deixam envolver num sincretismo religioso, abraçam ideologias seculares, misturam doutrinas bíblicas com esoterismo, distorcendo a Bíblia, fazendo tudo para desagradar a Deus. Quando o crente deixa de pensar no céu e começa a pensar nas coisas da terra, está beijando Baal, cultuando a ele, misturando o profano com o sagrado, dentro dos templos, abraçando o pecado, e permitindo que ímpios invadam o espaço sagrado da igreja para despejar suas mentiras no povo de Deus. Isso é beijar Baal, e o povo que faz isso, já estava em marcha para o fracasso espiritual. Que Deus guarde sua igreja.