domingo, 27 de setembro de 2015

CRUZADAS BOAS NOVAS: RESGATE PERIGOSO


As cruzadas foram um dos acontecimentos histórico mais interessantes e fascinantes que se tem notícia, até hoje. Os cristãos foram para Jerusalém, para libertar a cidade dos muçulmanos, dos que não tinham direito, não criam no Deus dos cristãos. Muita gente morreu. Houve até cruzadas de crianças! Essa foi interessante. A igreja católica incentivava os nobres a fazerem isso, e alguns dizem que era para ficar com suas riquezas, pois boa parte deles morriam e deixavam o que possuíam para a igreja. E assim foi.
Hoje as cruzadas que se fazem têm um sentido diferente, elas são realizadas pelas igrejas evangélicas para pregar o evangelho de Cristo, indo em busca de almas para o reino de Deus, levando salvação para quem está debaixo do julgo de Satanás. É uma luta tão grande quanto.
A IEADPE (Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Pernambuco) faz bastante cruzadas, tanto na Região Metropolitana quanto no Sertão e Zona da Mata, em Pernambuco, levando a Palavra de Deus, indo onde estão as pessoas que estão aguardando para a salvação. Grande é esse trabalho, pois resgata almas do inferno para o céu. É como um batalhão na guerra, que vão fazer um resgate de prisioneiros no território inimigo, sofrendo os maiores perigos, luta em campo aberto, afim de que o resgate seja feito de modo preciso e direto. Quantas almas não foram já salvas através dessas cruzadas? Tudo que precisam fazer é ter fé e vontade; sem fé e vontade não se faz a obra de Deus, é impossível, pois não agrada a ele.
Geralmente usam um caminhão, estilo carreta, com enormes caixas acopladas, e o mesmo é usado como palco ou púlpito. Alguns cantores como Jair, Ivonaldo Albuquerque, Alessandra, falando dos mais conhecidos, participam dessas cruzadas, como também conjuntos diversos, corais de adolescentes, adultos, e outros órgãos, escalados pelo pastor presidente. Quem coordena as mesmas é o pastor presidente Aílton José Alves e o coordenador da Superintendência das Campanhas Evangelizadoras, o evangelista Jefferson Aleluia. A confecção dos cartazes que promovem essas cruzadas fica a cargo do irmão Isaías Soares, que faz um excelente trabalho nesse sentido. Não é uma simples coisa, é um verdadeiro resgate  o que fazem, indo ao território inimigo, sob a unção e poder do Espírito Santo, que é quem capacita, segundo afirmou o apóstolo Paulo: "a nossa capacidade vem de Deus". Muitas vezes vão a lugares nunca antes frequentados por aqueles que deveriam ir, por causa do lugar ser inóspito, esquecendo que para Deus, uma alma sendo salva, é como o mundo inteiro, pois o Deus que morreu por um homem, morreu por todos. Cada pessoa tem o valor do sangue do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo, e, depois disso, possam "entrar na cidade pelas portas". Amém.
É desse modo que a igreja de Recife tem crescido tanto, indo em busca dos perdidos, os quais já têm a salvação paga, tendo Cristo morrido por eles. E, claro, essa não é uma missão impossível, podem fazer, e fazem.