domingo, 30 de novembro de 2014

UMA CONVERSÃO INESPERADA


O que vou contar foi uma das coisas mais lindas que me ocorreu. Digo que me ocorreu, mas na verdade foi com outra pessoa. A verdade é que eu presenciei o fato e achei-o  bem interessante; mais do que isso, divino!
Trabalhava em um certo mercado de Recife, onde havia uma mulher  que trabalhava vendendo suas mercadorias .
Ela era conhecida como  uma mulher muito má, braba, sem compaixão. Todos a temiam, principalmente por causa de seus conhecimentos  na esfera da magia. Era muito conhecida por isso. Jamais imaginaria que ela conhecesse a Cristo. Aquela mulher não sabia o que era amor, nem perdão, nem compaixão por ninguem, mesmo seus filhos a odiavam.
Mas houve um dia que mudou tudo. Não me lembro porque, mas ela estava ouvindo uma estaçaõ de rádio que, creio, alguém gostava de escutar. Ela então ficou ouvindo a música que tocava, de Isac Sá, "Mil Vezes Jesus". Então vi algo inusitado, algo que nunca vi aquela mulher fazer: Ela estava chorando, emocionada com a música, com a letra que falava das maravilhas de Jesus. Ela estava tão emocionada! Ela queria escutar de novo a música, que terminara. "Será que que ele toca de novo? Acho que não. Seria tão bom se ele tocasse de novo, mas ele não toca;  que música linda!", disse ela. E não é que, de repente, a música começou a tocar mesmo? Pela primeira vez, escutei uma música no horário na radio Maranata, tocar de novo, principalmente por que aquele programa não era desses que repetiam música!
Não só ela, mas eu também fiquei admirado com isso. Na mesma hora a música  foi repetida. 
Aquela mulher se converrteu, pouco tempo depois, morreu, salva na graça do Senhor Jesus. Ela ficou tão feliz! Que transformação Deus efetuara nela! Ela ficou tão feliz, e não cansava de repetir que, "se soubesse que era tão bom, teria aceitado a Cristo logo". Tornou-se outra pessoa, o Espíirito Santo a mudara, e o sangue de Jesus Cristo a purificara dos seus pecados.
Esse é o evangelho transformador, que muda o pecador numa nova criatura, e a faz entender que Deus é a razão de tudo, e que sem ele nada vale a pena. Amém.