domingo, 15 de junho de 2014

O EVANGELHO XING LING



Rosa ungida, sal do Mar Morto,
Ficam absortos em doutrinas estranhas.
Falam em água do Jordão
E todos então vão 
Nessa besteira tamanha.
Mas quem tal coisa o evangelho oprime?
O evangelho xing ling!

Todo dia é uma invenção
E apelam ao coração
De pessoas sem base bíblica
Que nunca a leem e logo se prontifica
A seguir essas heresias, que dizem sublimes.
Mas quem é que  propaga essa invenção?
O evangelho xing ling.

Distorcem a palavra, a tornam seca
Mudando a hermenêutica
E exegese; ocas cabeças.
A Bíblia é tão rica, mas eles desprezam sua riqueza.
Mas eles não percebem que ela é insigne.
Quem faz isso? O evangelho xing ling.

Mas há baluartes, defensores do evangelho
Que  o tratam como algo sério e
Deus não fica sem testemunha
E levanta servos que impunham
A palavra contra  impropérios;
Que sua palavra ilumine
Contra o evangelho xing ling.

Cabe a cada cristão ler a  palavra
Contra esses lobos vorazes
E suas vidas atrozes,
Contra quem Paulo vociferou.
Conheçam a espada
Nas mentes, sua letra imprime
Contra o evangelho xing ling.

Eles têm impérios medonhos
Pastores bisonhos
Como se de Deus donos fossem;
Orgulhosos, cheios de demônios
Eles roubam a igreja
Por quem Deus peleja.
Que Deus logo o intime,
Esse  evangelho xing ling.

Tudo que podem fazer
È milagre falsiê;
De Deus o poder
Não se vende, é simonia.
De graça o poder é dado
e não algo pago
Que sua graça se ensine
Contra o evangelho xing ling.

Tal como disse Jeremias
Falando de Jerusalém a conduta
Têm testas de prostitutas
Quem assim muda a Palavra.
Isso é prostituição espiritual
E vão se dar mal
Pois o juízo não dormita
Aguardem, e não se lastime
Evangelho xing ling.