segunda-feira, 16 de junho de 2014

NO TEMPO EM QUE TER TV EM CASA ERA ERRADO


Resultado de imagem para TVLembro bem desse tempo de ideias tão ingênuas! Vi muitas pessoas vociferarem com a maior certeza do mundo que televisão era pecado. "Provavam", não sei como, que era pecado, e que "crente que tem TV em casa não vai para o céu"! Diziam isso com a maior certeza do mundo!
Todos os pregadores, nos anos oitenta e noventa, sem exceção, falavam isso e usavam versículos, principalmente o de Ezequiel 8.12, onde fala sobre as câmaras pintadas de imagens, e usavam uma hermenêutica ERRADA para isso, forçando o texto bíblico. Nos círculos de oração era a "doutrina" mais falada. Se Jesus viesse e encontrasse televisão na casa de um servo dele, esse ficaria, diziam. E falavam das programações, de gente que escondia TV no quarto,  de muita gente que tinha TV em casa,e não dizia a ninguém, por medo. Até novela asssitiam! Eram tempos bem interessantes.
É verdade que muitas programações eram e são pura cachorrices, prostituição, pervertem a mente, e estimulam o sexo antes do tempo, nas meninas e meninos, principalmente. Há muita nojeira na TV ainda. Já naquela época era assim. Era um bom conselho,pedir que não tivessem TV, mas só erravam na abordagem.Nesse ponto eles estavam certos, em pedir que não tivessemesse aparelho.
O exagero nesse tempo era enorme! Os assembleianos nunca foram dados ao conhecimento teológico, AO CONTRÁRIO DE AGORA, DEPOIS QUE O PASTOR COMEÇOU A MOSTRAR QUE É PRECISO ESTUDAR. Não éramos como os batistas e presbiterianos; em compensação, eles não acreditam nos dons espirituais para hoje,e, nisso, o assembleianos estavam e estão à frente, e era natural que pensassem assim naquele tmpo, que ter TV era "pecado". Talvez o zelo fizesse isso. Ler  sempre foi a nossa dificuldade, examinar a Bíblia a fundo, a exegese, a hermenêutica; hoje estamos dando mais valor a isso, que digam nossos pregadores, como Marecelo Teles, Gilberto Diniz,pastor Isaque, entre outros.Pelo menos fazem questão de nos fazer entender o contexto do capítulo, contextos históricos, culturais, para que a compreensão da Palavra fique melhor, e mais rica. Nessa época, o irmão que ensinava assim era chamado de "frio", cheio de "gia", por que esse mesmo que criticava não tinha esse conhecimento, e se defendia para pregar suas mensagens sem base bíblica.
A ironia marcante de hoje é que no Templo Central, a sede, de onde saem os costumes  assembleianos, existe vários monitores de TV's pendurados nas paredes.Graças a IAVÉ, e à visão abrangente do pastor Aílton,que viu que esse meio poderia ser usado para a obra de Deus, vamos ser honestos.  É preciso ler mais a Bíblia para compreender ela melhor.     Fico pensando nisso tudo, ccomo as coisas mudam. Que grande ironia! Isso é um aviso para termos cuidado. Devemos ter os pés no chão, e a visão no Céu.
Por isso, os irmãos antigos que veem hoje a RBC1, e lembra disso,  fica espantado com o profissionalismo cada vez marcante do Canal 14 e das rádios; programações inteligentes, filmes razoáveis, reportagens interessantes também, e programas infantis não tão bons, mas que são melhores que as programações de outras TV's. Viram que aquelas conversas  sobre ser pecado assistir programas, eram coisas sem fundamento. Hoje, a televisão é algo bom por que mostramos que ela pode ser boa, mas até não termos uma TV,ela só tinha lixo, na maior parte das emissoras, claro que havia exceções! Que bom que essa visão foi mudada, e o pastor foi um dos respensáveis por essa mudança. Deus seja louvado. Penso que o povo deveria ser mais maduro, que ensinasse mais sobre isso,como utilizar a mídia para o reino de Deus,  Costumes passam, doutrinas são eternas. 
Mas ainda bem que essa ferramenta está sendo usada para a glória de Deus, que capacitou a igreja a ter uma TV, e programas de qualidade, tendo uma boa audiência. Deus está sendo glorificado na Rede Brasil! Isso deixa o povo alegre, tendo uma TV que passa programas aos quais não precisam ter medo de assitir com a família. Boa visão do pastor presidente. 
Ainda bem que não precisamos mais acreditar nisso, que é pecado ter TV em casa, estamos mais maduros, penso. Muitas coisas que eram pecados certos, "provados" pela Bíblia, agora deixou de ser. O povo está mais sábio. Espero que não mude para pior.
Nisso tudo, o bom é que sabemos como usar essa ferramenta. O povo evangélico agora tem uma voz, e não precisamos mendigar nas outras TV's. O tempo da ingenuidade acabou, agora estamos crescendo no conhecimento, mas precisamos ainda melhorar e pensar com mais abrangência. A Bíblia abre a mente, mas muitas vezes falsos ensinadores, como nas igrejas do Sul, querem tirar isso de nós.
Que isso seja perene, mais que pensemos também, como os irmãos bereianos, que examinavam tudo, para ver se o que os apóstolos diziam era verdade (Atos 17.10,11). Assim, não precisaremos voltar atrás em tudo que falarmos.
Deus abençoe a Rede Brasil!

por Mouras Nardus