domingo, 4 de maio de 2014

FELICIANO AMARAL E A DOÇURA DE SEUS BELOS HINOS



Gosto demais dos hinos de Feliciano Amaral, considerado o primeiro cantor evangélico. Seus hinos são de uma inspiração tremenda. Todos os irmãos de bom gosto, os mais antigos também, e muitos novos, gostam de ouvir seus hinos. Mas a maioria não conhece ele, os mais novos. Pensam que hinos bons são esses de hoje, em sua maioria mercadológicos, não servem para a adoração a Deus, mas apenas para darem dinheiro a quem gosta.
Destaco aqui o hino "Paz no Vale", de uma melodia fenomenal, que aponta para o Milênio, onde tudo será paz e prazer. Ele pinta um quadro tão bonito, as crianças brincando com animais outrora ferozes, agora mansos, e os povos sendo guiados por Cristo.Capítulos 11 e 65 de Isaías. A melodia é por demais linda. Preciosa. Os irmãos geralmente cantam esse hino com uma cara de tristeza, como se o autor quisesse falar de derrota. Não, esse hino não é uma apologia ao sofrimento, mas, sim,à vitória do crente, que precisa avançar sempre, sempre. Ele quer a paz no vale, Cristo é seu guia, o supridor de tudo. Aconselho que quando cantarem esse hino, cantem alegre, deixem de fazer uma cara de sofrimento, de cansaço, mas coloquem um rosto  alegre, pois o vale aí é o reinado de Cristo, é a vitória, e a igreja estará vitoriosa em tudo.
Já vi muita gente cantando ele e até chorar de tristeza, mas ele não foi feito para isso.Lembrando que não foi Feliciano quem compôs, mas um americano. Ele passou por uma verde campina enquanto viajava fazendo a obra de Deus. A beleza do vale fê-lo ficar inspirado e fazer esse hino de louvor a Deus.Que bênção tem sido para o povo de Deus.Os corais tem cantado ele muitas vezes, e irmãos avulsos também. Certo irmão, muito conhecido em nossa igreja em Recife, ao cantar esse hino, fá-lo triste e choroso, como se estivesse celebrando uma derrota. Ele nunca entendeu sua mensagem.
"Ao meu Redor" também é um dos hinos mais lindos que ele canta. Não há coral, creio, que não tenha cantado ele. Celebra a promessa de Deus de proteger seu povo. E também ele é evangelístico, pois fala o pecador. A melodia também é grandiosa. Muitos arranjos foram feitos com esse hino, e para esse hino, também americano.
Também não se pode esquecer "Cântico Noturno" também é melodicamente maravilhoso. "Senhor não se vá, pois o dia declinou..." Quem não cantou? A gente sente a inspiração e louvamos a Deus. Não é como os outros hinos, que são feitos para vender, difundindo heresias, como um de Cassiane que fala de uns "500 graus de poder", que não tem nada a ver com a Bíblia, invenção de pessoas sem conhecimento bíblico. Fico com os antigos, como os de Feliciano, pois são inspirados e não divulgam heresias. Claro que há outros hinos atuais bons, mas são poucos. A maioria é de pouco valor.