sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

O ESTILO ÚNICO DE IVONALDO ALBUQUERQUE

Resultado de imagem para ivonaldo albuquerque


Seu estilo é único. Só ele canta daquele jeito tão extrovertido. Falo do irmão Ivonaldo Albuquerque, o único cantor das Assembleias de Deus em Recife, que faz uma certa "coreografia"; não chega a ser uma dança propriamente dita, mas parece muito com uma.
Ninguém o proíbe de fazer sua "coreografia", muito embora esse jeito de cantar não seja, NORMALMENTE aceito na Assembleia de Deus de Recife, e nem mesmo de Abreu e Lima. Mas Ivonaldo  é Ivonaldo, é uma exceção em Pernambuco. Onde ele chega em nossa igreja, seja onde for, ele pode fazer sua "dança" e louvar a Deus. É como se ele não conseguisse se conter durante o louvor.
Uma vez, um presbítero lá em Benfica, falou que esse cantor era o único que era permitido fazer isso na igreja, que outro cantor não viesse fazer isso.  Segundo ele mesmo falou, em todas as igrejas onde precisam dele, ele vai, nao importando onde, se rica ou pobre, no centro ou periferia...Isso o qualifica para ter certas coisas. Mas se permite um,   deveria permite todos. É assim que funciona. O interessante é que proibiram as adolescentes fazerem suas coreografias durante seus cânticos, era algo que acontecia muito, e o pastor proibiu (se bem que eu mesmo não achava legal aquilo que elas faziam). Não critico isso, ele está certo. Mas o nosso cantor faz isso.Não que eu ache errado, não tenho nada contra ele. Gosto dos hinos deles, são inspirados, todos eles.
Os hinos antigos  dele são mais bonitos, como aquele que diz: "jubiloso cantarei refugiado..." Lindo. ou aquele que diz: "aqui tem anjo..." Boas letras essas. As primeiras letras dele eram mais bem feitas, não eram balançadas como as de agora. A mudança foi um tanto forte no seu estilo musical.
Desde que ele começou a viajar para Israel, que está cantando diferente. Acho que adaptou sua música ao estilo israelense, as batidas, a introdução, os instrumentos usados, todos orientais. Alguns deles começam devagar, e depois ficam num ritmo mais acelerado. E a igreja gosta muito. Todas as vezes que ele vai cantar, se ouve um murmúrio de vozes falando dele, todos riem de seu jeito alegre, acham engraçado. Particularmente acho que ele faz isso com sinceridade, é um levita de Deus, como ele, há poucos cantores; como  Jair Santos também, e a irmã Ivana,o irmão Albérico, que esteve doente e foi curado de uma grave doença, que louvam a Deus no Templo Central nas segundas-feiras e nos cultos de Santa Ceia. Graças a Deus por esses levitas. O próprio pastor Ailton disse uma vez que "não sabe o que fazer com Ivonaldo". Bem, certamente ele compreende o estilo desse cantor. 
O que os irmãos gostam nele é que é um homem humilde, que não cobra cachê para cantar nas igrejas, mesmo aquelas grandes, e até ás igrejas pequenas, nos mais diversos subúrbios, ele vai. Levita é levita. Ele é submisso ao pastor, à igreja, às doutrinas,uma bênção. Precisamos de mais homens como ele, louvando a Deus com unção e humildade, não transformando a obra de Deus num comercio, em algo só para ganhar dinheiro, como tantos cantores que só cantam para aparecer, ou se der dinheiro, grandes quantias. Há um grupo musical que cobra 250.000, outro cantor, 15.000,outra cantora outrora tão humilde, cobra 20.000 para cantar, mesmo nas igrejas. Mercantilistas e estrelas, Jesus deixou de brilhar em suas vidas, elas são as estrelas, opacas, mais estrelas.http://4.bp.blogspot.com/-SB03KbQxZp4/URumyP3DQjI/AAAAAAAAHx8/xtZq3DFSB2Y/s1600/DSCF0011.JPG
Lembro do testemunho de Ivonaldo. Ele disse que passou um tempo comendo azeitonas, tamanha foi a fome em certa época de sua vida, uma prova tremenda, mas Deus disse que ia abençoá-lo, e cumpriu a palavra, para sua glória. Essa é a diferença entre Ivonaldo e tantos cantores por aí, pois ele louva com sinceridade e tem compromisso com IAVÉ. Graças a Deus por isso.
Com coreografia ou não, estranho ou não, que Deus guarde esse cantor e todo aqueles que fazem a vontade de Deus, e o louvam com inteireza de coração.