domingo, 1 de dezembro de 2013

A MÚSICA EVANGÉLICA

Fico me lembrando dos hinos antigos que tocavam nas rádios, como os de Oseias de Paula, Mara Dalila, Jacira,Cícero Nogueira, Isaac Sá, pois eram hinos que realmente eram inspirados por Deus. Enlevavam a alma, faziam com que nós sentíssemos a presença de Deus em nossas vidas. Tão diferentes dos hinos de hoje. A maioria dos que hoje cantam não são levitas, mas artistas. A maioria deles perdeu o fogo do Espírito Santo. A inspiração já não é divina, mas humana.É uma pena.
O normal hoje é uma letra seca, uma interpretação sem graça, já não sentem a presença de Deus, já estão fora da graça. Deus não se manifesta quando cantam, não há cura, não há libertação de vidas escravizadas por Satanás. Apenas pensam em dinheiro e em fama, só. Onde estão os levitas? Há poucos mesmo. Muitas letras de músicas ditas evangélicas são feitas por pessoas ímpias, que nem respeitam o nome de Deus, mas zombam, e fazem umas letras sem unção nenhuma; aliás, se ha alguma unção, não é de Deus. E agora os mais diversos ritmos são usados para comporem esses hinos, se bem que isso não é  novo, existem hinos antigos com ritmo de ieieie, mas hoje em dia o mais comum é eles serem feitos para dançar, não mais para adorar. Cantoras há que começaram bem e de repente estão cantando apenas para ganharem dinheiro, negando até que são crentes em Cristo, como uma certa cantora que vai sempre no Programa de uma apresentadora de televisão. Por diversas vezes ela praticamente nega a Cristo quando perguntada sobre coisas relevantes para a fé. Sempre sai pela tangente. Uma vergonha negar a fé apenas para não deixarem de aparecer na mídia. Eles caíram da graça de Deus.
Tenho saudades dos cantores de outrora por causa da inspiração de seus hinos, que nos levavam a adorar a Deus com sinceridade, não eram esses forrós sem graça, esses pagodes devassos que tem hoje em dia, que nada acrescenta para nós. Que absurdo.
Os shows que esses falsos levitas cobram para cantarem é absurdo. Há um grupo que cobra 200.000 mil para cantarem. Certa cantora pop gospel cobra 60.000 mil, outra, 30.000, e assim vão indo os preços. fazem shows, não louvam a Deus. Se alguém se converte é pela misericórdia de Deus, e não por causa da santidade deles, que nada têm de Deus. Eles são mercenários, coisa que os apóstolos Pedro e Paulo denunciaram em suas cartas. Lobos devoradores, que se unem com o mundo para enganar os incautos. Só pensam em seus ventres, infelizmente.
Eles não oram, não buscam inspiração em Deus, mas muitas vezes fazem versões de músicas mundanas para "adorarem" a Deus dentro de nossos templos. Ainda há pastores que se passam para chamarem esses artistas gospel para irem às suas igrejas. Eles não fazem falta alguma para a igreja, pois é Deus quem é sua luz, e não esses caídos da graça. Cadê as letras de hinos como os de Édson Coelho, que foram interpretados por Oséias? E de cantoras inspiradas como Jacira e cantores como Vitorino Silva? Esses sim são e foram levitas de Deus. Chega dá prazer.
Em Recife, o pastor Aílton nao deixa pessoas sem consagração chegarem ao templo para cantarem. Ainda há cantores como Jair Santos, Ivonaldo Albuquerque, Eliã Oliveira, entre outros, que louvam a Deus com sinceridade e unção. As letras de Jair mesmo são uma preciosidade, dentro da Bíblia, da mesma forma Eliã, que lançou uma série de hinos com temáticas bíblicas, como a história de Mardoqueu, Gideão, Daniel, entre outros. Esses são compromissados. Por exemplo, o cantor Jair foi chamado para fazer parte de um empreendimento para se tornar um cantor contratado por um empresário de sucesso, e tinha que abdicar de muitas coisas contrárias ao padrão cristão, o que ele não quis. Ia ganhar bastante dinheiro. Mas Deus prevaleceu em sua vida. Já há outro que ia até para programa de televisão, que chegou a dizer que não é mais evangélico, mas depois se arrependeu quando viu que o mercado não ia ser promissor para ele. Só os evangélicos que realmente gostavam dele.
Assim está a música evangélica atual, corrompida por cantores que estão trazendo vergonha para a igreja de Cristo, que usam o nome da igreja só para ganharem dinheiro, nada mais. Mas a igreja verdadeira está de olho, e Deus no tempo certo vai dar-lhes o castigo.