quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O TERRENO DA DISCÓRIDA

Era tudo o que o pastor Ailton não queria: um escândalo. Uma filha de um irmão evangélico o acusa de ter enganado o pai e ficado com um terreno que pertenceu ao mesmo. Por sua vez, o pastor diz que o terreno foi comprado ao pai dessa senhora, dona Rute Farias. A questão foi até para os jornais, e provavelente vai acabar num tribunal, se um acordo não for feito. Segundo o pastor Ailton, líder da Assembléia de Deus em Pernambuco, "várias vezes o oficias de justiça foi à residência da mesma levar a ordem de despejo", disse. E essa senhora admite que a igreja deus R$ 15 mil para que outra casa fosse comprada por dona Rute. Esse terreno já é o quinto doado à igreja pelo pai dessa senhora, que com certeza demonstra muito amor com isso.
A senhora Rute até protestou queimando pneus em frente ao templo a fim de chamar a atenção da imprensa. E conseguiu. Quem conhece a Assembléia de Deus sabe que é uma igreja séria, que não vende salvação. Possa ser que haja um mal entendido nessa história, ou algo deva ser explicado melhor. O que se deseja é que tudo fique bem para ambas as partes.