quarta-feira, 4 de março de 2009

INSÔNIA


Dormir não estou querendo

E divertir-me não quero mais.

sozinho estou vivendo, levando

A vida como ela vai.

por uma donzela muito atraente

Meu coração atraído foi.

fiquei um tanto displicente

Como era antes não fui depois

por que essa jovem minha gente

Meu coração partiu em dois.