quarta-feira, 15 de outubro de 2008

É BOM TER SENSO CRÍTICO

cogito ergo sun


Foi o próprio Deus quem nos deu um senso crítico. O que é ter um senso crítico? Basicamente é você poder discordar de uma idéia ou de alguém e ter argumentos e entendimento para perceber uma mensagem oculta, ler nas entrelinhas, saber o que a pessoa quer dizer com meias palavras...enfim, é ter a mente preparada para tudo isso. Isso é ter senso crítico. Na pouca experiência que eu tenho de vida, percebi que as pessoas, geralmente, não gostam ou têm medo de quem tem esse tipo de coisa. Preferem pessoas que se deixam levar por tudo. Parece que o medo faz com que muita gente se afaste de alguns tipos de indivíduo. Talvez a pessoa seja perigosa para elas ou ofereça perigo de alguma forma.
Geralmente os regimes comunistas ou totalitários é que agem assim. Perseguem quem dessa forma age. Quem conhece história sabe do que estou falando. Quantas pessoas não foram perseguidas ou mortas por causa disso? É perigoso ter um senso crítico. Que o diga os intelectuais de Cuba que foram presos ou foram expulsos do país. Da China também. Da Rússia. São muitíssimos os casos. Mas o que muito me impressionou nisso tudo foi a disposição e coragem de muitos deles. Permaneceram fiéis às suas idéias e ideais. Eles tinham uma ideologia para viver. E agiram certo.
Por causa de seu senso crítico foi que Sócrates foi obrigado a tomar sicuta, uma planta venenosa da Grécia. Inveja também. E João Batista? Seu senso crítico e o amor à justiça não o fizeram perecer perante Herodes? O exemplo maior, nosso Senhor Jesus Cristo quando faz uma censura esplendorosa aos fariseus no capítulo 23 de Mateus. Que discurso lindo! Como ele demonstra e desmascara toda a hipocrisia daquela corja, cujas leis e normas só serviam para julgar os inimigos. Cristo tinha um senso crítico ma-ra-vi-lho-so! Que exemplo ele nos dá com esse Seu discurso. O Mestre nos ensina grandes coisas com Seu exemplo.
Deus quer que sejamos inteligentes, sábios, que aceitemos nossos irmãos como eles são. Se há alguma coisa errada, que deixemos com Deus, pois ele é o único que pode fazer alguma coisa para melhorá-lo. Pode ser até difícil chegar a isso, mas é preciso. Pessoas que não sabem lidar com isso não estão prontas para fazerem a vontade de Deus, como por exemplo, um missionário que não aceitaria que o evangelho fosse rejeitado quando estivesse sendo pregado por ele. Quem faz isso são os muçulmanos, que não se conformam quando Maomé é rejeitado ou ridicularizado. Matam os que não concordam com as idéias deles. Só pessoas imaturas agem assim, pois não possuem argumentos para provar quem está ou não errado. O melhor que têm a fazer é se calarem. Temos que nos acostumar com as diferenças, pois elas muitas vezes é que faz com que as coisas tenham algum sentido.